Tudo sobre ligas de bronze

ligas de bronze
As ligas de bronze têm tanto peso na história da humanidade que o período entre 3000 a.C. e 1200 a.C. é conhecido como idade do bronze, uma era da civilização no qual essa liga metálica, resultante da mistura entre o cobre e o estanho, foi adotada por muitas regiões do planeta. O bronze é uma liga metálica que deriva principalmente do cobre, mas a junção dos outros metais em sua composição como níquel, estanho, zinco e alumínio lhe concedem características únicas, entre elas o aumento da resistência mecânica e a firmeza do material. Outras propriedades que se destacam é a elevada resistência à corrosão e ao desgaste por fricção, o que faz do bronze um material amplamente usado em mancais e engrenagens.

Variações e aplicações das ligas de bronze

A liga de bronze é um material muito abrangente com relação às suas composições e aplicações. Em suas diferentes estruturações químicas, o bronze pode ser utilizado para a produção de parafusos, objetos de decoração e até em mancais e engrenagens. As fórmulas de composição do bronze precisam variar para atender diferentes demandas de produção, algumas delas são:

Cobre (Cu), Estanho (Sn) e Zinco (Zn)

Nessa composição, com cerca de 2% de zinco, as ligas de bronze são mais usadas na fabricação de parafusos, porcas e válvulas. Na presença de umidade, o zinco tem uma propriedade química que forma uma “capa” superficial de óxido de carbono, e essa característica acaba fornecendo ao bronze uma resistência extra à corrosão.

Cobre (Cu), Estanho (Sn) e Chumbo (Pb)

As ligas de bronze produzidas com chumbo na composição também são conhecidas como “bronze vermelho”. A presença do chumbo pode variar entre 7%, 8%, 12% e 15%, e nessas formações a liga metálica recebe propriedades de resistência mecânica, térmica e química. Com essas características, o bronze vermelho passa a ser bastante requisitado para a fabricação de peças artesanais e instrumentos musicais.

Cobre (Cu), Estanho (Sn) e Alumínio (Al)

Com variações que vão de 6%, 12% até 20% de alumínio na composição, essa liga de bronze é muito útil para a fabricação de equipamentos e válvulas que exigem alta dureza combinada com a leveza desse elemento. As características acima são somadas à resistência mecânica e química do bronze, o que torna essa composição muito procurada para a produção de peças resistentes ao atrito como hélices de equipamentos variados, canhões de irrigação agrícola, bombas d’água e até na produção de equipamentos para aplicação de agrotóxicos.

Cobre (Cu), Estanho (Sn) e Manganês (Mn)

Nessa mistura, geralmente é utilizado 15% do elemento manganês, que é caracterizado por sua elevada resistência química. Por esse motivo, essa composição de bronze é muito utilizada em tubulações de esgoto, equipamentos de tratamento de água e até mesmo em indústrias químicas com propósitos estratégicos.

Cobre (Cu), Estanho (Sn) e Fósforo (P)

Também conhecido como bronze fosforoso, o bronze fica com cerca de 15% de fósforo nesta composição, o que concede à liga excelentes propriedades de usinabilidade, conformabilidade e elevada diminuição dos efeitos de atrito (antifricção). Essa liga é fundamental em equipamentos que exigem lubrificação por tempos prolongados, como anéis de pistão, material hidráulico, buchas, mancais e engrenagens. A Coppermetal é uma distribuidora de aços, metais e ligas metálicas com quase 30 anos de compromisso com a qualidade dos produtos e os serviços fornecidos. Se a sua indústria tem alguma demanda por ligas de bronze, entre em contato com o nosso time comercial e solicite agora mesmo uma proposta!