A situação do latão no mercado atualmente

Latão

Falar sobre a história de qualquer liga metálica é falar sobre a história da sociedade. As primeiras peças e ferramentas de latão foram descobertas em escavações na Palestina, datadas entre os anos 1000 e 1400 a.C. Os romanos já haviam dominado a produção dessa liga metálica em 30 a.C e até hoje o material é mundialmente requisitado para aplicações diversas.

No entanto, o atual marco histórico que estamos vivendo frente a pandemia do novo Coronavírus também afeta a comercialização e produção de qualquer peça feita com a liga.

O latão é um dos materiais mais comuns em nosso dia a dia e é utilizado por praticamente todos os segmentos industriais, contudo, diversas razões contribuem para a atual escassez do material no Brasil e no mundo, como: redução da produção no início da pandemia, esgotamento de estoques, alta do dólar e acúmulo de pedidos por receio do esgotamento dos próprios estoques.

Não é só o latão que está em falta no mercado

Vários insumos no mercado estão na mesma situação, como o plástico e o papelão. Vale lembrar que a matéria-prima do latão é o cobre, metal com o maior preço desde 2018 e isso acontece porque a maior mineradora de cobre no mundo, localizada no Chile, enfrenta risco de greve, impactando diretamente no preço do cobre e nas produções do bronze e latão, que usam grandes quantidades do material em questão.

Segundo estudo analítico desenvolvido pelos órgãos CRU Group, Abinee, Euromonitor International, Gartner e outras empresas coligadas, os insumos que mais estão em falta mundialmente são:

  • -12% de aço silício;
  • -16% de componentes eletrônicos de outras origens;
  • -23% de alumínio;
  • -26% de aço carbono;
  • -30% de latão;
  • -35% de componentes eletrônicos da Ásia;
  • -44% de papelão;
  • -56% de cobre;
  • -56% de materiais plásticos.

A solução para as empresas que enfrentam a escassez de matéria-prima é a substituição ou adaptação do produto. Infelizmente, isto não é possível em todos os casos, mas existem materiais semelhantes que podem substituir temporariamente o latão. Tratando-se de ligas metálicas, é essencial que seja feita uma análise das funcionalidades, comparando as matérias-primas disponíveis no mercado, suas características e o potencial de adaptação ao seu projeto.

Ligas metálicas com características semelhantes ao latão

O latão é uma liga metálica conhecida pela alta ductibilidade, condutibilidade térmica e elétrica, boa relação custo-benefício, versatilidade de produção, resistência à corrosão e resistência mecânica, mas essas características não são únicas, afinal, boa parte dessas funcionalidades o latão traz do cobre, visto que, dependendo da liga de latão, o material é composto por até 90% de cobre.

O alumínio, metal mais abundante na crosta terrestre também acumula algumas dessas características, tornando-o uma boa opção de substituto dependendo da aplicação e análise técnica de produção.

A questão é que vários insumos estão em falta no momento e a adaptação infelizmente se tornou uma necessidade, mas os mesmos especialistas que apontam as causas do problema confirmam que a situação é temporária e por isso é essencial que, independente do segmento industrial, as empresas continuem se esforçando para superar a crise. Quanto mais a indústria produzir, gerar emprego e movimentar localmente a economia, mais passageira é a crise.

O ano de 2020 passou e ficou no passado. Independente de crenças ou superstições, iniciamos o ano de 2021 inspirados pelo fim da pandemia e pelo início de um ciclo de prosperidade econômica e é por isso que fazemos a nossa parte com o máximo de esforço, trazendo soluções eficientes e inovações para os nossos clientes. Caso a sua indústria esteja precisando de alguma liga metálica presente em nosso catálogo, solicite o seu orçamento! Nossos consultores encontrarão a melhor oferta para o seu negócio!