Entendendo a importância do polimento de peças metálicas

polimento de peças metálicas

Eleger as ligas que irão compor um projeto ou estrutura é de suma importância. Critérios como resistência a diferentes condições, durabilidade, entre outros são sempre levados em conta. O apelo estético é muitas vezes um ponto importante na tomada de decisão, e para manter o acabamento, é importante contar com o polimento de peças metálicas com precisão.

 O bom polimento garante que a aparência saudável de peças metálicas se mantenha por mais tempo. E isso está totalmente relacionado com sua vida útil. Afinal, se um projeto precisa de um metal que tem uma certa exigência em relação ao seu acabamento, é fundamental que os metais sejam polidos em prol de sua conservação.

Com o polimento de peças de metal é possível, portanto, economizar em recursos. Imagine que sua empresa precisa investir em chapas de aço inox para um piso. Nesse caso, a escolha do material tem um apelo bem mais voltado para a funcionalidade e resistência da liga, contudo, se com o tempo houver o desgaste por falta de polimento, por mais que o produto ainda opere perfeitamente, pode haver uma cobrança em relação à estética desfavorecida.

A verdade é que a escolha de metais precisa contar sempre com o equilíbrio de suas propriedades mecânicas e boa aparência. Por isso, o polimento de peças metálicas é fundamental.

Existem diferentes maneiras de fazer o polimento. A seguir, separamos todas as informações para você ficar por dentro do assunto!

Importância do polimento de peças metálicas

Polir peças metálicas é fundamental para manter a boa aparência da liga por mais tempo. Geralmente, essa prática é associada a parte estética, principalmente em elementos como molduras, medalhas e outras peças para exibição. Mas a verdade é que fazer a limpeza dos metais é recomendado para diversos tipos e está diretamente relacionada com a sua durabilidade.

O polimento de peças metálicas consiste em melhorar a qualidade da superfície e deixá-la mais brilhante. Em suma, isso já seria uma boa razão para fazer o processo de limpeza, mas outros aspectos, até mais importantes do que a estética, podem ser prevenidos com uma rotina de polimento simples.

Não é exagero dizer que medidas de higienização se tornaram uma das prioridades em qualquer segmento, tanto B2B quanto B2C. Investir no polimento é também fazer a limpeza de peças metálicas e retirar agentes contaminadores e vírus da superfície do metal. Mesmo que não sejam visíveis a olho nu, é uma prática mais do que recomendada.

Outra vantagem de polir metais está diretamente relacionada à sua vida útil. É possível reduzir consideravelmente o risco de corrosão do metal quando polido, pois, reduz a quantidade de fendas em sua superfície.

Como fazer o polimento de peças metálicas

Agora que você já entendeu os principais benefícios de investir em uma rotina de polimento das suas peças metálicas, está na hora de colocar a mão na massa.

Primeiramente é importante ter em mente que não há uma única regra para polir metais. Cada caso é individual. Tomemos como exemplo o bronze. Em um hospital que investe em barras de bronze, é importante que a higienização seja diária, para retirar da superfície vírus e bactérias.

Já no caso de medalhas de bronze, que ficam isoladas, é importante fazer o polimento semanal ou até quinzenal, para manter o produto brilhante e conservado.

O processo de polimento de peças metálicas acontece em duas etapas principais:

  • Esfregando a superfície do metal rapidamente contra um material abrasivo de grão grosso;
  • Repetir o processo de polimento (após a primeira etapa ser feita por toda a superfície) com um grão mais fino.

O ideal é que esse processo seja repetido até atingir o nível de polimento desejado.

Tipos de material abrasivo

O material abrasivo deve estar de acordo com as características de cada tipo de metal. A seguir, elencamos aqui os principais para você!

Metais mais “macios” como o cobre e o alumínio devem ser polidos com um material que não danifique suas estruturas na hora de polir. O recomendado é utilizar um carboneto de silício, por exemplo, ou produtos abrasivos semelhantes.

Já para materiais mais densos como ligas de aço, o óxido de alumínio já é mais do que suficiente.

É importante ressaltar que a Coppermetal não realiza o polimento de ligas metálicas, mas se sua empresa precisa de uma distribuidora de metais que se preocupa com a qualidade, boa aparência, higiene e durabilidade de seus produtos, então você está no lugar certo. Quer saber mais sobre o assunto? Entre em contato e solicite um orçamento!