Tubos de cobre e suas aplicações variadas

Tubos de cobre
O cobre é um dos metais com maior condutibilidade elétrica e por isso é tão usado em fiações, mas quando usado em outros formatos as suas aplicações também são diversas. Neste artigo, nós vamos dar uma atenção especial para os tubos de cobre e as suas utilidades variadas em diversos segmentos. Existem diversos metais que podem facilmente ocupar uma posição de destaque no quesito condutibilidade elétrica, mas o cobre é o metal com resistência elétrica mais baixa entre todos os metais não-preciosos presentes na crosta terrestre. Além disso, os tubos de cobre possuem ótima resistência contra deformação e corrosão, o que estende a vida útil do material e garante mais segurança para qualquer projeto que empregue o seu uso. A elevada condutibilidade térmica também é um fator que deve ser levado em consideração na hora da escolha do melhor material para a sua obra ou produção industrial.

Antes dos tubos de cobre vem o cobre!

Você sabia que o Brasil é um dos 15 maiores produtores de cobre do planeta? Cerca de 66% do consumo anual desse metal é destinado para aplicações elétricas. O cobre também é o terceiro metal mais utilizado no mundo e fica atrás apenas do ferro e do alumínio. Registros históricos indicam que a humanidade vem utilizando os objetos feitos de cobre há mais de 10.000 anos, ou seja, 8.000 anos AC (Antes de Cristo). O cobre também é um elemento amplamente usado pela indústria de fogos de artifício, visto que, quando exposto a altas temperaturas, ou ao fogo propriamente dito, o material emite uma luz na cor verde. Talvez o seu professor de química tenha feito algum experimento com fogo e sulfato de cobre na escola, mostrando que o fogo queima na cor verde quando combinado com o elemento.

As aplicações dos tubos de cobre são diversas

Com elevada condutibilidade elétrica e térmica, a resistência à corrosão e facilidade de fabricação, aliadas à excelente resistência mecânica e à fadiga, são qualidades que expandem o campo de atuação do cobre a praticamente todos os setores da indústria. Alguns dos setores que daremos destaque são:

Construção civil:

Os tubos de cobre possuem mais resistência às intempéries (condições climáticas intensas), bem como a reagentes químicos e tração mecânica, essas características tornam o material uma ótima opção para a construção civil. Comumente, os tubos de cobre são utilizados em aparelhos de ar-condicionado, instalações hidráulicas e conectores elétricos. O tubo de cobre é um dos materiais de construção mais eficientes para instalações em que há a necessidade de passagem de água quente, fria ou gás. Além disso, no transporte de água potável, as suas propriedades altamente higiênicas inibem a proliferação de bactérias.

Indústria automobilística:

Presente em partes essenciais de um carro como: Conectores, freios, rolamentos, fios, motor e radiadores, a indústria automobilística usa o cobre em grande quantidade e calcula-se que um carro pode ter até 1,5 km de fios de cobre quando sai da montadora. No caso dos tubos, o seu maior uso está na parte dos freios dos carros, peça fundamental para garantir a segurança do motorista.

Obtenção de energia solar:

Com a superfície e tubulação térmica de cobre, esse componente é responsável pela maior captação de energia solar através de placas que absorvem o calor e armazenam a energia térmica em seus tubos. O cobre é um material 100% reciclável e, portanto, sustentável! Outro fator importante e que contribui com o meio ambiente é que, mesmo exposto a altas temperaturas, o cobre não libera gases tóxicos.

O cobre está em praticamente tudo!

A lista acima fala apenas das aplicações de tubos de cobre, mas o material em si está presente em variados formatos na arquitetura, na indústria náutica, eletroeletrônicos em geral e até em instrumentos musicais, como trompetes, trombones, sinos e pratos de bateria. Aliás, a sua intensidade sonora tem sido um dos obstáculos para a aplicação do material em telhados, justamente porque, durante a chuva, ele produz um som bem característico. Mesmo assim, o cobre é um material imponente e de peso histórico. Ele está presente, por exemplo, nas torres e cúpula da Catedral da Sé, um dos cartões postais de São Paulo, bem como na Estátua da Liberdade, em Nova York, onde foram usadas 73 toneladas métricas de folhas de cobre. Esse metal, tão importante para a humanidade, vem contribuindo com a tecnologia, mobiliários, equipamentos e até mesmo com a preservação do meio ambiente, quando falamos no seu uso de forma sustentável. Trabalhar com o cobre é garantir que está usando um material de autoridade por sua tradição funcional, ao mesmo tempo que investe em uma solução tecnológica. Todo o histórico desse metal aponta que, no futuro, o seu uso industrial e arquitetônico ainda será muito bem aceito. O metal, independente de peso e maleabilidade, sempre será uma opção melhor que o plástico, principalmente por sua reutilização. Se a sua indústria tem alguma demanda por tubos de cobre, ligas metálicas como bronze e latão, entre outros materiais dessa natureza, a Coppermetal pode ser a sua maior parceira! Entre em contato com o nosso time comercial e solicite uma proposta!