Conheça os principais tipos de usinagem que dependem das ligas metálicas

usinagem

No meio metalúrgico alguns procedimentos se destacam por oferecer praticidade e flexibilidade na hora de criar novos componentes. Assim são os processos de usinagem – que consistem em fazer o desgaste de uma matéria-prima para a fabricação de uma peça.

A seguir, entenda o que é, quais os tipos e como as ligas metálicas se relacionam para que a usinagem aconteça.

O que é usinagem?

A usinagem é um procedimento utilizado no meio industrial que tem o objetivo de fazer o desmonte de uma liga metálica e transformá-la em uma peça ou até mesmo em maquinários pesados.

Nesse processo, os profissionais responsáveis são capazes de fazer a moldagem de diferentes ligas e criar equipamentos que exigem um alto grau de cuidado ou exclusividade, podendo ser aplicada na fabricação de parafusos até peças mais densas para atuar em fábricas.

Bastante complexa, a usinagem é uma técnica antiga, datando sua origem em 700 a.C., quando o ser humano já buscava maneiras de transformar ligas encontradas na natureza (em especial o ferro) em ferramentas para o seu dia a dia.

No entanto, foi no período pós revolução industrial, com o advento de máquinas mais pesadas, que as usinas de moldagem ganharam força.

Como é feita a usinagem de peças?

O processo de usinagem é feito por meio de maquinários e processos bem definidos.

Em relação às máquinas para usinagem, algumas são fundamentais e mais comuns. São elas:

  • Fresadoras CNC;
  • Torno mecânico;
  • Torno CNC;
  • Retífica cilíndrica;
  • Máquina de corte a laser;
  • Máquina de corte a seco;
  • Centro de usinagem.

Essas máquinas são responsáveis por fazer com que o processo aconteça de maneira mais rápida e precisa.

Principais processos de usinagem

Existem vários processos de usinagem atualmente que atendem diferentes demandas para o trato de ligas metálicas. Esses procedimentos são capazes de criar diferentes peças, pois fazem o manuseio do material bruto de maneira específica. Conheça os mais buscados:

Torneamento

O torneamento é uma das formas de usinagem mais famosas que existe. Ele consiste em dar forma às ligas metálicas, transformando-as em equipamentos cônicos ou cilíndricos.

Através da combinação do movimento de rotação das peças e de avanço da ferramenta, é que acontece o torneamento. Para esse procedimento é necessário contar com a ajuda de um equipamento chamado torno, em que o metal é moldado e/ou cortado para dar origem a uma nova peça.

Fresamento

Também chamada de fresagem, trata-se de um procedimento feito com o uso de uma fresa (ou máquina fresadora) para fazer o corte de um material metálico fora da superfície. A ferramenta promove um movimento rotativo ao mesmo tempo que faz pressão na peça.

Essa técnica é utilizada para a criação de logotipos extraídos de chapas de aço, por exemplo.

Retificação

Feito por meio de uma máquina retificadora, esse procedimento consiste em cortes de abrasão que permitem fazer a remoção do material bruto finalizando com um acabamento especial. Dentre as principais características que um equipamento feito utilizando esse processo de usinagem possui, podemos destacar:

  • Menor rugosidade e saliência;
  • Máxima exatidão de medidas para obter peças semelhantes que possam ser substituídas umas pelas outras;
  • Recuperar peças que foram deformadas.

Como as ligas metálicas se relacionam?

Como pudemos ver até aqui, os metais são as matérias-primas para que o processo de usinagem aconteça. Para passar por etapas tão complexas, é fundamental buscar por ligas que tenham qualidade e ofereçam segurança ao operador.

A Coppermetal há quase 30 anos vem trabalhando para oferecer metais e metais não ferrosos de qualidade para seus clientes de maneira ágil que não comprometa a qualidade de seus produtos.

Se sua empresa trabalha com processos de usinagem, entre em contato e solicite um orçamento das melhores ligas metálicas para o seu negócio!