Metais ferrosos: o que são e suas principais características

metais ferrosos

Em nosso dia a dia existem diversas ligas metálicas presentes, como é o caso dos metais ferrosos, que se caracterizam pela presença do ferro em sua composição, como o aço e o ferro fundido. 

Todos eles possuem em sua composição mais de 90% de ferro, o que sugere a sua denominação, e no máximo 5% de carbono. O restante da composição pode ser de outros elementos, sendo os mais comuns o fósforo, manganês, silício, cobre, enxofre, entre outros.

Essa é uma das principais diferenças com os metais não-ferrosos. Esse outro tipo de metal apresenta um baixo número de ferro em sua composição, muitas vezes abaixo de 1%, como é o caso do alumínio, estanho e cobre.

Para saber a diferença entre ambos, geralmente se utiliza do magnetismo. As propriedades eletromagnéticas do ferro permitem que eles atraiam o ímã, diferente dos metais não-ferrosos, que não o atraem. 

A seguir, vamos conhecer um pouco mais sobre os metais ferrosos. Continue a leitura!

A importância dos metais ferrosos para a sociedade

O ferro é considerado um dos materiais mais importantes para a sociedade, pois quase tudo que trabalhamos possui a sua origem metálica. Sendo assim, é necessário cada vez mais investimento no setor da mineração, que, por consequência, gera maior movimentação na economia brasileira.

No primeiro bimestre de 2021, houve um aumento de 98% de arrecadação com a extração de metais no país, tendo como destaque o estado de Minas Gerais. Os números são referentes aos dados econômicos do IBRAM (Instituto Brasileiro de Mineração).

Além disso, a extração do ferro é fundamental para o bom funcionamento das siderúrgicas e a possibilidade da produção de outras ligas, como o aço inox, um dos metais ferrosos mais comuns. O Brasil depende muito da mineração, tanto que é considerado o segundo maior exportador, perdendo apenas para a Austrália, segundo o BNDES.

Principais metais ferrosos

Ferro fundido

O ferro fundido possui uma resistência de tração, chegando no máximo a 400Mpa. Em sua composição encontramos, além do ferro e do carbono, o silício, que é fabricado a partir do ferro gusa.

As principais aplicações ocorrem em metalúrgicas para a produção de máquinas agrícolas e veículos, portanto, em locais que exigem grande resistência mecânica. Ao todo existem quatro tipos de ferros fundidos:

  • Cinzento;
  • Branco;
  • Maleável;
  • Nodular.

Ferro laminado

O ferro laminado é muito parecido com o aço. No entanto, em sua composição existe 3% de escória, que se apresenta em formas de fibras devido às laminações recorrentes.

Esse tipo de metal ferroso possui aplicações nos mais diversos setores industriais devido a sua versatilidade para a garantia de resultados de qualidade. Além disso, ele possui outras características, como:

  • Baixo preço;
  • Anti ferrugem
  • Resistência;
  • Alta durabilidade.

Aço

Por fim, o aço também faz parte da família dos metais ferrosos. Muito utilizado em indústrias que produzem energia, plataformas e tubulações, o material para ser chamado de aço precisa ter 1,7% de carbono e é muito mais utilizado do que o ferro.

Além disso, o aço também é utilizado na engenharia estrutural por sua alta resistência e boa soldabilidade. Outras características que podemos citar são:

  • Durabilidade em ambientes de tração e pressão;
  • Elasticidade, devido à capacidade de se dilatar;
  • Flexibilidade para ser moldado conforme a temperatura;
  • Condução de óleo, gás, químicos, etc;
  • Baixa corrosão.

Onde encontrar metais ferrosos?

Como pudemos ver, o ferro e os metais ferrosos possuem grande importância na sociedade. Eles estão presentes em diversos setores da economia, como o transporte, tecnologia, construção civil e muito mais.

Diante disso, é fundamental que a sua indústria conte o fornecimento de metais ferrosos de qualidade e com uma empresa que se preocupa em atender todos os padrões e normas.